(44) 3649-5855 -Rua 1° de Janeiro, 1163 - Centro - Palotina-PR

(44) 3649-5855 - Rua 1° de Janeiro, 1163 - Centro - Palotina - PR

Notícias / artigo

A importância da motivação para o empreendedor

Planejamento, modelo de negócios, gestão financeira, gestão de pessoas, sustentabilidade, atendimento, estratégia de vendas, metas, etc. São muitos os aspectos que regem um bom negócio, mas existe algo sem o qual eles nunca funcionariam: a motivação do empreendedor de seguir em frente apesar de obstáculos.

Segundo pesquisa da InfoMoney, um terço das empresas criadas no Brasil fecha em uma média de dois anos. Dentre vários fatores, a motivação é listada com importância, pois tanto rege a razão de ser de um negócio (a motivação para sua criação) como a perspectiva de futuro que seus criadores têm e como alcançar essas metas (a motivação de levar o negócio em frente). Mas como reduzir esses números?

Bom, os fatores listados anteriormente são de grande importância para a sobrevivência de qualquer negócio. Não existem atalhos ou contornos para uma boa gestão, onde cada aspecto da empresa é bem observado e trabalhado. Contudo, momentos de crise aparecerão, e o posicionamento daquele(s) que rege(m) o negócio ditarão o rumo que tudo tomará. O líder, se quiser ver seu empreendimento se reerguendo e prosperando novamente, não poderá abaixar a cabeça e se render às más circunstâncias. É aí que entra a motivação.

A ação ideal - e esperada - de alguém em posição de liderança é que se analise todas as possibilidades e decida por um caminho a partir de razões concretas. É possível manter a empresa ativa, mesmo que sua recuperação seja árdua e demorada? Quais seriam os benefícios desse esforço? O que seria perdido caso seu negócio afundasse? O que os seus funcionários pensam a respeito dessa situação de crise? É crucial que se considere todas as perspectivas envolvidas e, se ainda houver chance de resgatar seu empreendimento e prosperar, se esforçar juntamente com seus colaboradores para fazer disso uma realidade.

Mas e se o pior acontecer? Se não houver solução e aquele negócio vier, de fato, a fracassar? Ainda assim, a motivação de continuar não perde sua importância. O empreendedorismo não se limita a um negócio específico, a um único ramo ou a uma única chance. Tente novamente, busque novas possibilidades e - o mais importante - entenda o que deu errado, defina as razões pelas quais essa tentativa falhou e transforme isso tudo em aprendizado para continuar sua jornada empreendedora. O sucesso não chega quando acertamos constantemente, mas quando não nos rendemos às falhas, persistimos e aprendemos a fazer delas uma etapa positiva em nossa vida profissional.

 

Fonte: www.sebrae.com.br